#FollowMyDay
para Chicago

Anne Cotting

Assistente de bordo (24 anos, na SWISS desde 2013)

Anne Cotting trabalha com a SWISS faz mais de três anos. Para ela, não são apenas as vistas de tirar o fôlego e o contato diário com pessoas que tornam seu trabalho acima das nuvens perfeito; também a possibilidade de “explorar várias cidades” é para ela uma grande vantagem. Chicago sempre foi uma de suas cidades favoritas. Um dia, um passageiro deu a Anne uma longa lista de dicas sobre a cidade grande. “Graças a ele, eu descobri alguns lugares maravilhosos – e Chicago encantou ainda mais o meu coração”

Chicago é a terceira maior cidade dos Estados Unidos e, em meados do século XIX foi uma das cidades mais importantes do país. É conhecida por sua arquitetura moderna e é considerada o berço dos arranha-céus. É aconselhável visitar Chicago no outono porque continua um calor ameno. Mas quem quiser enfrentar o frio, pode sempre vir no inverno: "Patinar no Maggie Daley Park, no Skating Ribbon de 400 m, é uma aventura”, conta Anne. A SWISS voa diariamente para Chicago (ORD) partindo de Zurique (ZRH).

img_9224.jpg

img_8138.jpg

img_8512.jpg

img_8165.jpg

img_8125.jpg

07:00

Graças à diferença de fuso horário, é fácil levantar cedo. Antes do café da manhã, Anne recomenda uma visita ao Millennium Park. Esta atração turística tem uma área de cerca de 99.000 m2 e é muito frequentada praticamente a qualquer hora do dia. A menos que você está chegue cedo o suficiente: “O que poderia ser melhor do que desfrutar do parque ao nascer do sol, só para você?” A clássica foto ao lado da escultura ”Cloud Gate, também chamada “The Bean”, ainda é melhor a essa hora.

img_6495.jpg

09:00

Após as primeiras impressões do dia, está na hora de tomar um bom café da manhã. A viagem até West Loop é recompensada com uma “deliciosa granola caseira e com o melhor café do mundo.” A decoração única e a atmosfera acolhedora do “The Allis” permite desfrutar ao máximo da refeição mais importante do dia. O Soho House-Club está localizado no mesmo edifício. “Então, se você estiver a fim de fazer uma visita espontânea a um bar no terraço ou a um barbeiro depois de comer, aqui é o lugar certo.”

img_7414.jpg

img_8124.jpg

10:00

Chegou a hora de subir no Willis Tower, o edifício mais alto de Chicago e o segundo mais alto dos Estados Unidos. No 103.º andar, encontrará o “Skydeck”, conhecido mundialmente pelas varandas em vidro. Na opinião de Anne, no inverno esta é uma visita que vale especialmente a pena: “A cidade coberta de neve vista de cima é incrivelmente bela.”

img_8120.jpg

11:00

Do edifício mais alto de Chicago diretamente para o Chicago River: “O passeio de barco não é só incrivelmente divertido, mas também muito informativo.” Do rio, é possível admirar e fotografar bem a arquitetura única de Chicago.

12:30

Em Chicago, comer um hambúrguer é quase uma obrigação. Por isso, para almoçar, o charme industrial moderno do “Au Cheval” atrai muita gente. “Além das instalações originais, o restaurante é conhecido pelo típico hambúrguer americano. Uma absoluta delícia culinária”, explica Anne.

img_1382.jpg

14:00

Um almoço reforçado exige uma boa caminhada para digestão. Na verdade, que bom que Chicago é melhor explorado a pé. “Entrando num café aconchegante ou em lojas incríveis, aqui garantidamente o tempo não custa a passar!” Mas quem procurar um pouco mais de ação, um jogo de basquete do Chicago Bulls é certamente uma ótima alternativa. “A atmosfera que domina os jogos da NBA é única, só mesmo experimentando para saber!”

img_8167.jpg

img_4146.jpg

17:30

Existe alguma coisa mais bonita do que olhar a cidade com toda a calma, vista de cima? A escola de voo no Midway Airport oferece voos turísticos privados, tanto de avião como de helicóptero, a um preço acessível. Para Anne, um must absoluto é “voar ao crepúsculo sobre a cidade, e olhar o horizonte lá de cima.” Aliás, ela teve já a oportunidade de se sentar aos comandos: “Eu tive minha primeira lição de voo em Chicago, no verão passado”. Do Midway Airport sobre a cidade, até o Lake Michigan, e regresso. Que aventura!”

19:30

Para o jantar, que tal o “Fulton Market Kitchen“? O espaço é uma mistura de restaurante, bar e galeria de arte. Vários artistas locais expõem suas obras aqui. “A comida é um pouco mais cara, mas muito original! Tem sempre algo novo para se descobrir."

img_7454.jpg

21:00

O culminar de um dia excitante em Chicago definitivamente tem de passar pelo “Blue Chicago”. Aqui, é sobretudo a música que está em destaque. Anne ama este bar: “O Blue Chicago é o mais famoso bar de blues em toda a cidade. Todas as noites, tem shows de bandas geniais ao vivo. Simplesmente maravilhoso! "