#FollowMyDay
para Joanesburgo

TIM SCHNEIDER

Tripulante de cabine (22 anos, desde 2017 na SWISS)

Joanesburgo merece sempre uma visita. É essa a opinião de Tim, que pode visitar sua cidade sul-africana predileta várias vezes por ano, graças a seu trabalho como tripulante da SWISS. Devido à sua localização no hemisfério sul, as estações do ano na África do Sul complementam as da Europa, por isso a África austral é particularmente interessante para escapar dos invernos europeus. As temperaturas são suaves durante todo o ano, mas no verão, entre outubro e abril, é de esperar pancadas de chuva e trovoadas.

Joanesburgo não é um destino turístico clássico. A maioria dos turistas usa a cidade como estação intermédia a caminho da Cidade do Cabo ou dos parques nacionais, como o Parque Nacional Kruger. Injustamente, na opinião de Tim, que nos mostra o quanto a cidade tem para oferecer. A SWISS voa diariamente para Joanesburgo (JNB) partindo de Zurique (ZRH).

johannesburg_0014_wing shot v2.jpg

johannesburg_0002_ballonfahrt teil 1.jpg

O segredo é levantar bem cedo. De madrugada, Tim dirige até o bairro de Randburg, localizado 10 km a noroeste do centro da cidade. Assistir o nascer do sol sobre as imensas paisagens da estepe é o melhor começo possível do dia. O ar ainda está claro e é possível assistir os enormes e coloridos balões de ar quente durante a decolagem, o voo e o pouso. É um espetáculo incomparável.

johannesburg_0000_zwei türme.jpg

A quem não consegue sair tão cedo da cama, Tim recomenda uma visita a Klipspruit , no bairro de Soweto. A partir das 10:00 h da manhã, é possível assistir aos destemidos aventureiros sem vertigens que saltam de bungee jumping. Quem for corajoso o suficiente, pode também saltar para as profundezas. Até agora, Tim ainda não ousou: “Eu adoro assistir os outros saltando, mas eu não teria coragem de saltar!”.

johannesburg_0013_burger.jpg

johannesburg_0012_terrasse.jpg

Para almoçar, Tim recomenda o Four Seasons Hotel, em Westcliff. Não é só a comida que é espetacular, é também a arquitetura e as vistas: “Meu prato favorito aqui é o Beef Burger sul-africano com batata frita. E antes disso, uma sopa de cenoura e gengibre. E ficar olhando as vistas longínquas. Muito massa!”

johannesburg_0016_giraffe.jpg

johannesburg_0017_zebra.jpg

Reforçado de corpo e alma, Tim continua seu programa da tarde: um tour no Lion & Safari Park Broederstroom, que fica próximo. Leões, girafas, zebras, hienas, leopardos... os impressionantes animais selvagens de África podem ser aqui vistos de perto, em uma visita guiada ou em seu próprio carro. Tim está empolgado: “É uma experiência única poder ver os animais tão perto e em seu habitat.”

johannesburg_0010_fleisch.jpg

Após uma longa tarde cheia de boas impressões, ele volta para a cidade. Tim está procurando um jantar tipicamente sul-africano. Um paraíso para os amantes de carne é o Grillhouse Sandton, e deixa uma recomendação: “Experimente os pratos tradicionais como a carne de avestruz, de crocodilo ou de cabra-de-leque. Com um vinho sul-africano, a noite é perfeita!”

johannesburg_0011_wasserspiel.jpg

Satisfeito e feliz, Tim decide fazer um passeio noturno pela Nelson Mandela Square. Durante o dia acontece muita coisa por aqui, ele explica. “Mas à noite é uma experiência passear pelas ruas iluminadas e pelas casas. Nesses passeios, Tim acaba sempre conversando com os habitantes locais. “Apesar de terem algumas histórias tristes para contar, as pessoas são muito abertas e sempre existe um assunto para rir.” Essa abertura que caracteriza a atitude dos habitantes locais é, em parte, a razão pela qual Tim sempre se sentiu atraído pela África do Sul desde os 16 anos.